Segunda, terça, quarta...

Acordou cedo e foi trabalhar.
No caminho para a empresa, parou no bar.
Segunda-feira, começou animada – com a cabeça queimando.
138 emails para responder.
Assistente com virose – a doença do momento.
Secretária atrasada.
De casa ligaram, greve geral.
Na hora do café, de novo no bar.
Pagou com VR.
Reunião às 15h20 – orçamento retalhado, pinguins fardados falando que não, nada é possível.
Levantou a saia. Colocou um pé, o outro – subiu na mesa.
Começou a cantar.
Jogou o celular num copo d’água.
Ah…
“Sexta-feira, amor, é carnaval”

Escrito por anapessoa

Deixe um comentário