Pois é…

Amanhã recebo meu primo em casa. Acho que ele é uns 8 anos mais novo que eu. E vem para descobrir a vida em Sampa. Eu dou o maior apoio. Vem sem data para ir embora.

Nessa aterrissagem, espero ser uma boa co-pilota.

A casa vai ficar animada. Alice, a cachorra que agita mais que o rabo, vai amar.  Os gatos, rabugentar.

Ontem e hoje me correspondi com uma amiga que está numa viagem que era para ser bacanérrima, mas tem algo de pesadelo. Por que Sartre tem razão? E tem gente que acha que o inferno é um horror…

Enquanto escrevo, Bibi, o gato velho está esquelético e muito elegante de frente para mim – ao lado do computador. Eu desconfio que, em outra encarnação, esse gato foi um nobre inglês que morou na Índia. Agora que está velhusco, lembrou dos tempos de faquir. Leleco, por sua vez, está na primeira vida. Como se não houvesse amanhã. E não veio ao mundo para sofrer. Mafalda é só uma gata que ganhou na loteria.

Vovó hoje me disse que me enganaram. Falaram que era Brasil só para me mandar para lugares esquisitos com deserto. Vovó é mais danada que a Hebe e Ana Maria Braga.

Escrito por anapessoa

2 comentários para “Cansada para caramba”

  1. gonçalves disse:

    É engraçado: nossas expectativas são o vento que alimenta o braseiro do inferno. Se você não esperar muito de algo, ninguém vai lhe parecer um estorvo (há exceções, é claro! rs). Mas quem aguenta essa atitude blasé por muito tempo???

  2. anapessoa disse:

    Olha, eu acho que as coisas se conectam. Gente boa atrai gente boa e o inverso também. O fim da história? Isso eu não sei…

Deixe um comentário