Flores de pedra

Depois de quinze horas num avião (viajar durante o dia não é nada divertido), seis filmes (A corporação, Coração Louco, By the people: the election of Barak Obama, The private lives of Pippa Lee, Where the wild things are e mais um com a Susan Sarandon – não me lembro do nome – indico todos), a volta para casa.
Dormi pouco, passei a manhã no escritório e fui para o Rio – reunião.
Nesse entra-e-sai de avião, uma idéia fixa: generosidade.

Por que as pessoas têm tanta dificuldade em compartilhar, em dividir, em doar?

Desde o começo do mês tenho destruído caixas e caixas de ovos de frango caipira. Eu acordo, saio da cama e crack! Um ovo. Faço uma reunião, crack, crack, crack. Ovos sendo pisados, calçadas de ovos, carpetes de ovos, ovos, ovos em todo lugar. Simplesmente porque me meto quando vejo que falta generosidade.

Generosidade para entender uma cultura que não é a sua – ou, no mínimo, respeitar. Generosidade para ouvir. Generosidade para sacrificar um minutinho do seu ego para ajudar alguém ou ser agradável. Generosidade para saber que não somos unos e absolutos.

Generosidade para doar sem querer receber. Para ser sem precisar ser apesar de. Ou simplesmente para assumir que errou. E dizer que a intenção era outra. Doar. Não esperar nada por isso.
Ser alguém muito maior do que um cargozinho, um sobrenome de empresa, uma opinião acima das outras, uma delicadeza de ser para os outros.

Eu acredito em branco e preto. Bom e ruim.
Ego e generosidade.

Escrito por anapessoa

4 comentários para “Tempo e generosidade”

  1. Leo disse:

    Post bonito. Eu também acredito…

    Olha, esta foto está linda; sabe, às vezes penso em como essas mulheres árabes
    podem ser tão lindas numa maneira tão casta de se vestir, vai ver que a força…

    … e a beleza estão realmente nos olhos.

  2. FCaldas disse:

    O amor se comunida sem palavras!
    You dont need a word to love!
    L’amour parle sans mots!
    Habla sin palabras!
    Anyone can understand.

    Solidariedade! Solidarity!
    La solidarité! Solidariedad!

    Mais uma vez “PARABÉNS” pelo post!!!

  3. sara ezequiel disse:

    generosidade rima com verdade que rima com saber viver a vida como deve ser vivida (não rima, mas devia rimar)
    adorei o mural de marmore(sabia que a grande parte da pedra marmore usada no Dubai, vem de portugal, depois dizem que é Italiano).
    boa pascoa, com muitos coelhos:)
    beijos de portugal.
    sara ezequiel

  4. gonçalves disse:

    Sobre a sua pergunta lá do começo do post, a visão de Comte-Sponville: “(…) a generosidade só é uma virtude tão grande e tão gabada porque é muito fraca em cada um, porque o egoísmo é mais forte sempre, porque a generosidade só brilha, na maioria das vezes, por sua ausência…”.
    Abs.
    Gonçalves

Deixe um comentário