21 mai


Ontem resolvi questões irrevogáveis.
Hoje volto a escrever com liberdade. Como é bom!

Eu estou apaixonada pelo paradoxo “vida real-vida digital”.
E tenho muita certeza de que não existe isso.
A vida como ela é, é em todas as plataformas.
O que mexe com as pessoas é que as palavras – antes perdidas em cartas, em bilhetes, em livros – as palavras voltam a mostrar a força que têm. E qualquer anônimo (como eu) ganha publicidade – isso sim é uma novidade e tanto.

Hoje celebro feliz uma volta com tempo para minhas revistas.
E deixo a caretice e a hipocrisia de poucos para trás.
E a sacola de gente nova que trouxe comigo?
Nessa minha pequena volta ao mundo em 60 dias como foi bacana rever gente querida e conhecer gente animada.

E o Fernando, o Pessoa, sabia de tudo.
Alma grande é a chave.
Aceitar as pessoas como são.
Ter firmeza de caráter.
E fazer tudo valer a pena.

Sabe como vai ser meu dia?
Passar na oficina: ontem dei um esbarrão no carro enquanto passava um SMS. Perigo!
Andar com Alice na Vila.
Fazer reunião na revista.
Almoçar com as amigas.
Ter tempo e ver o mundo.

Um doce e um beijo.
Fui!

Escrito por anapessoa

Deixe um comentário