silêncio

A casa em silêncio.
Nem me lembro de quando foi a última vez em que estive só.
Sem visita, empregada, gente para todo lado.

Como quem veste uma camisa do avesso, acordei.
Fiz tudo com tanta calma.
Ver o jornal no chão, perto da porta, e ignorar.
O sanduíche que seria o lanche de ontem foi meu café da manhã, meu almoço e ainda teima em ser jantar.

Oito da manhã, telefone.
Saio, obedeço minha mãe.
Mais uma obrigação e casa.

Sem barulho, sem bagunça, sem desculpa.
Mergulhei dentro do meu mundo e fiquei assim, desagitada.
Este ano doido que bebi em grandes goles.
A mala – queria que viagens e malas nascessem prontas e resolvidas.
O dia vai acabar e leio o jornal.
Tanta desimportância.
Tomo banho de banheira.
Quantos banhos de banheira nesta casa?
Silêncio quente.
Cheiro de lavanda.

Casa.

Escrito por anapessoa

Um comentário para “Pizza e cerveja”

  1. Leo disse:

    Quase um…

    … quem quer casa, não casa. (rs)

Deixe um comentário