31 mar

Vôo cego


Sim.
Cá estamos.
Aqui, frio.
Aí, não sei.
Aqui, testes com a sua ingenuidade.
Aí, busca do impossível.
Sim, madrugamos.
Eu, você, e, quem sabe, alguns bilhões.
Giramundo e todos nadando em cabos de fibra ótica.
Para você me ver aí, vou e volto por três américas.
Na areia do oceano.
Quase sem atraso.
Sem sair daqui.
Sim.
Estamos separados por um fio de cabelo.
Nossas idéias não batem.
Mas tudo bem.

Isto é só um teste.
Um.
Dois.
Três.

Testando.

Escrito por anapessoa

2 comentários para “Povo da madrugada”

  1. Jovem Nerd disse:

    Bonita foto

  2. anapessoa disse:

    Eu um dia fui assim…

Deixe um comentário