Posts com a Tag ‘água de coco’

Delírios

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Minha história começa na semana passada.
Sol nos trópicos, vento de levantar saias.
Feliz – simplesmente por ser sexta-feira – fui resolver minhas questões a pé.
Caminhar me dá um prazer daqueles.

E eis que uma das minhas tarefas era passar numa clínica de imunização.
Tão romântica…
Tal coisa é uma coqueluche na cidade.
Vai ver que é uma “coqueluche” porque a doença foi uma das principais causas de mortalidade até a década de 40 nos Estados Unidos.
Segundo dados da OMS, a incidência da doença triplicou no Brasil e América Latina entre 2006 e 2008.

E eu preocupada em não “aderir”…
Sempre correndo das multidões.
Tomei a vacina e fiquei maluca.

Os efeitos colaterais começaram horas depois.
Sono, cansaço, dor no corpo.
Como manda a tradição, tomei uma ducha e fui dormir.
Dormir?
Tremedeira, suor…
Ah! Logo cedo, peguei a estrada, sumi pela Praia de Carneiros.
E dá-lhe paracetamol em gotas.
E, no lugar do zumbido no ouvido, eu ouvia aquela música do Chico.

Encontrei uma pousada iluminada.
Entre pitangueiras carregadas de frutas, jambos cor de rosa shocking e dezenas de fruta-pão, um quarto arrumadinho, com algumas aranhas e barulhinhos de mato.
Insone, andei pela praia com o corpo todo moído.
Via cores fortes, sentia a areia sob os pés, a água quente e espumada do mar.
Cambaleei desde a hora em que o dia despertou.
Muita água de coco, delírios sob o sol.

Exausta e entregando os pontos, pedi uma cerveja.
Já que estou doida mesmo, que seja com uma bem gelada.
Aí a coisa desandou.

Voltei hoje para a cidade grande.
Passei a manhã de cama.
E já estou pronta para outra!

minha UTI

Procura alguém para levar para o túmulo?

sábado, 4 de junho de 2011

Pois eu tenho a receita.
Em 13 de junho, quando comemora-se o dia de Santo Antônio, compre uma milhagem de santinhos em papel.
Compre também 10 metros de fita de cetim vermelha ou marrom.
Amarre os santinhos nos postes de bairros de ricos e poderosos – se a causa for urgente, coloque-os de cabeça para baixo.

Todos os dias às dez e meia da manhã, prepare a vitamina benta:
– 1 limão espremido (siciliano pode trazer parceiros fogosos);
– 4 colheres de sopa de abacate (um avocato traz gente rica);
– 1 copo de água de coco
Nada de açúcar – ingrediente que deve ficar guardado para seu amor.
Tome a vitamina enquando saboreia 4 amêndoas.
Em um ano, o amor que perecerá contigo aparecerá.

Dizem os especialistas que a receita acima tem mais chance de dar certo do que a do guru Baba Ramdev – o paladino do fim da senvergonhice na política.