Posts com a Tag ‘cadeira’

Realidade sem reality

terça-feira, 14 de junho de 2011

pequeno abalo

Aqui no Brasil o novo hit são os blogs de anônimos que exibem fotos deles mesmos com seus visuais descolados.
Pois na Vila Madalena o novo não-hit é reformar a casa e chorar sobre cacos.

Eu decidi duas coisas: vou comprar uma casa maior e vou dar um tapa na atual.
Não pretendo vender esta onde vivo (que é bem charmosinha) e contratei uma equipe de arquitetos para criar um espacinho extra para que a casa funcione melhor até fevereiro que é quando devo comprar o apartamento do vizinho.
Resultado: o quarto de empregada vai virar closet/despensa.
O quarto de hóspedes deixará de ser escritório.
O banheiro de serviço vai virar um lavabo bacaninha.

Depois de muito fazer contas e discutir orçamento até acabar o estoque de café Nespresso, foi batido o martelo.
E hoje, em poucas horas, o banheiro veio abaixo.
Antes branquinho e muito simples, agora vai ganhar pastilhas, cores, box, tudo espremido em um espaço que mal dá para abrir os braços.
Na sequência, meu quarto será invadido.

Em meu hotel em Nova York, uma original Charles and Ray Eames de balanço na singela cor verde limão me aguarda.
Papéis de paredes serão enviados nos próximos dias.

Disseram que no oitavo dia fez-se o caos – e o homem se refestelou na lama.
(Por ser má propaganda, o editor recomendou que esse trecho fosse retirado da Bíblia)

Sexta-feira, minha querida

sexta-feira, 20 de março de 2009

friday_night_feverc

Hoje é post-semanário.
Na segunda, tudo certo.
Minha chefe não pode vir.
Na terça, almoço com a chefe.
Reunião de tarde.
A chefe foi demitida.
Choveu canivete em SP.
O presidente me ligou de tarde.
Eu já estava no meu segundo emprego.
Na quarta, reunião com o presidente.
Entrevista de emprego com o vereador desmarcada.
Voltei para o marketing.
Continuo tendo que mudar de lugar.
Ainda fazendo serão no segundo emprego – fechamento da revista.
Revista ficou linda. Iguatemi tem foco no que faz.
Quinta. Completei 34 verões. A primavera é em setembro.
Reuniões a manhã toda.
Almoço com amigas queridas: Mariana, Maria, Fabiana. Nem tinha notado: nossos nomes se misturam. Que coisa incrível.
Não contei que era meu aniversário.
Não gosto de comemorar aniversário.
Liguei para meu querido Tio Drago na Argentina.
Ele também faz anos e não gosta de comemorar.
Por isso comemoramos juntos. Eu em SP, ele em Buenos Aires. Entre nós, muita fibra ótica.
De noite, ainda serão na revista.
Fui para casa.
Queijo holandês, queijo da Serra da Estrela.
Uma garrafa de champagne.
Desmaiei.

Sexta.
Minha vista dói.
Meu look tá um arraso.
Vou almoçar com uma super querida.
Tenho francês à noite.

Mas é sexta.
Dia lindo.
photo-127

O maravilhoso mundo…

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

gossipHoje no banheiro da academia, ouvi a seguinte pérola:

– Menina, eu e ela montamos um ateliê. Estamos fazendo roupas sobre medida.

A conversa era entre duas moças de mais de quarenta, paulistas ricas.

Eu quase tive um troço e caí desmaiada. Roupa sobre medida…

Aqui, quanto mais ricos ficamos, é quase regra: menos o português interessa, menos a ética, menos o que for obstáculo para chutar o pau da barraca… Por que isso? Será que tem a ver com nossa origem de colonizador? Do cara que chega para levar o seu e devastar o que ficar?

Enfim, hoje, terminando a novela da minha nova mesa, chegamos com nossas coisinhas para o lugar que nos pertence. Pergunta se alguém se levantou para ajudar? Eu, que sou sempre econômica e meio cigana, tinha pouca coisa para organizar. Mas minha diretora, com 7 anos de casa, tinha o mundo para trazer. E ficamos nós duas, organizando as coisas e as pessoas fingindo que não era com elas.

O maravilhoso mundo da internet. 

É bom porque é sobre medida para quem tem muita ambição e pouco estofo.

Mas também é bom para nosotros! Yeah!!!