Posts com a Tag ‘Gilmar Mendes’

Bicudos do mundo, debatei!

domingo, 14 de novembro de 2010

Duas criaturas controversas.
Um ringue literário com egos descomunais.

De um lado, o ex-auxiliar do colunista social Ibrahim Sued, ex-chefão-adjunto da Veja, dos tempos em que a revista era mais rica e que publicava coisas (como sempre) non sense como a invenção do Boimate – um hamburguer transgênico que já viria com catchup”.
Leia um trecho:

“Num ousado avanço da biologia molecular, dois biólogos de Hamburgo, na Alemanha, fundiram pela primeira vez células animais com células vegetais – as de um tomateiro com as de um boi. Deu certo.”
27 de abril de 1983 — Depois de ouvir cientistas brasileiros respeitados, VEJA publicou uma reportagem a partir de uma brincadeira de 1º de abril da revista New Scientist. Detalhe, quem fez a matéria inacreditável foi o atual chefe de Veja.

(Extraído da versão on line da revista)

De outro lado, o ex-Excelentíssimo Ministro do Supremo (deixou a cadeira este ano), Gilmar Mendes.
O nada saudoso jurista esteve envolvido no caso de Daniel Dantas, pois mandou soltá-lo.
Também foi contra o projeto de lei Ficha Limpa.
E mostrou toda sua performance abril de 2009 numa discussão com o ministro Joaquim Barbosa.
O ministro Barbosa queria analisar uma decisão do STF e Mendes afirmou que o assunto já estava encerrado, tendo sido tratado em outra sessão, à qual Barbosa faltara e que ele, Barbosa, julgava de acordo com a classe social dos envolvidos.
Barbosa afirmou: “Vossa Excelência está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro.” E continuou: “Vossa Excelência quando se dirige a mim não está falando com os seus capangas do Mato Grosso”.

Pois leiam trechos do texto assinado por Mendes na Folha hoje contra o colunista deste mesmo jornal, Elio Gaspari:

“Admirador da ditadura brasileira e macaqueador dos americanos, Elio Gaspari gosta muito de comparar modos e feitos da Suprema Corte com o nosso Supremo Tribunal…
… Se, por teimosia, despreparo ou autoindulgência, o jornalista persistir em traçar paralelos entre instituições ou culturas tão díspares, deveria -a exigir-se um mínimo de honestidade intelectual…
…na pressa em escancarar a notória americanofilia, Gaspari prefere incorrer em distorções grotescas, na já bem conhecida avidez de apontar, à patuleia, as falhas de Pindorama, para usar o corrosivo jargão do jornalista.
…Esses e outros aspectos importantes passam batido na visão imediatista e popularesca de gente como Gaspari, mais preocupada em criticar do que em compreender a realidade brasileira.”

Eu tenho que dizer que, como jornalista, acho muito divertida essa modalidade de boxe.
E que venha o próximo assalto! (a palavra é boa porque tem duplo sentido)


Cartão de Boas Festas

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O médico monstro saiu da jaula.

O menino perdeu a mãe, ganhou um pai e virou um escândalo.

O cartão de crédito não funciona.

Que venha 2010, queridos!

monkeyfunky