Posts com a Tag ‘joyce pascowitch’

Finde e festa

domingo, 21 de junho de 2009

e71grysteelstronusFinalmente meu iPhone se mandou.
Ô telefone ruim.
Ele é ótimo para tudo, menos como telefone.
E, vamos combinar, telefone tem que ser bom como telefone.

Ontem comprei um Nokia.
Pensei em comprar outro blackberry, mas os preços absurdos (R$3 mil reais!) me assustaram.
E olha que meu Nokia não foi nada barato.
O legal é que ele tem um plano de 6 meses de GPS. O máximo!

As primeiras 24h se mostraram incríveis com o novo telefone…

Fomos arrastados pelo Fred para o SPFW (Fashion Freak para os íntimos) e adoramos.
No lounge da Vogue – disparado o mais animado do evento – acompanhamos o som do No e seus amigos DJs (Sexy4).

O lounge mais freak, mais brega, menos bem frequentado foi o do Glamurama. UÓ total. Até o da Marie Claire tava melhor. Para vocês terem idéia, no lounge da Joyce Pascowitch a única famosa era Mariana Weickert. Mariana quem? Nunca ouvi falar…

No da Vogue, o decór de Fabrizio Rollo estava simplesmente ótimo. Atmosfera bistrô sexy… Intimista, claro-escuro.
A cointreau patrocinava as bebidinhas e bebemos muitos cosmopolitan num copo fashion rosa em forma de coqueteleira. Tomei 3 e fiquei super lelé…
As comidinhas e as atendentes também eram de primeira.

O melhor foi o show burlesco com uma moça totalmente cover de Dita von Teese. O máximo!

Outro destaque foi o lounge da WGSN. Uma graça! Adorable!

Enfim, vamos aproveitar o domingo ensolarado longe do computador…
Fui!
wgsn1

Ana Pessoa, mas pode chamar de “ENTRE OUTRAS”

sexta-feira, 15 de maio de 2009

photo-161

Chuva, tempos de confusão.
Alice adora quando tem briga em casa. Ela vai para um, vai para outro, abaixa a cabeça…
Deve pensar: “com quem está a bola?”

Meus astros devem estar malucos…
A head-hunter que me procurou sumiu. Aí liguei de volta – depois de 4 dias.
Eu sempre ligo para os head-hunters porque:
1) Network
2) Posso indicar amigos

Mas nunca fui contratada pela indicação dos hunters. Também nunca pintou “a” vaga.
A melhor que pintou, para a Audi, foi engraçada.
O processo demorou e fechei com outra empresa.
Mas fui para a entrevista com o presidente da Audi mesmo assim.Foi uma das melhores entrevistas que já fiz – embora tenha ficado sem graça, meio tímida… E tudo em inglês.
Acabou que, 9 meses depois, o cara foi demitido.
Uma pena – porque o alemão era fera.

Voltando ao assunto: a head hunter me pergunta – mas você não saiu do mercado?
Eu não falei com vc ontem?
Cara, ela ligou para um número errado e falou com outra Ana…
O que é isso, companheiro?
Que uruca!

http://glamurama.uol.com.br/Materia_em-pauta-23330.aspx

Mudando completamente de tema, ontem foi Clube da Mulherada vip.
Quarentinha da Mariana.
Fabiana, Carla Veneno, Adriana Trussardi e muita fofoca.
Separações, novidades, fofocas da boa e velha TV.
A artilharia foi pesada. Eu, como sempre, a-do-ro!
Até que enfim temos fofocas para contar – mas está todo mundo bem, sem grilos.
Detalhe: acho que éramos as únicas mulheres do Parigi.
Depois chegou a Joyce Pascowitch. Eu não conheço, mas achei legal: cabelinho crescendo, animada.
Isso sim é que é enfrentar uma doença com muito astral.

Mas vem cá: desde quando meu nome é “entre outras”?
Porque além de Adriana, Fabiana, Mariana e Carla só tinha eu.
Mas eu não tô no vídeo, então fui paras as “nega”!
Não serve nem ser editora-chefe da Revista Vogue Noiva nem da Iguatemi.
O lance é estar no vídeo!
Ou você vira “entre outras”.
RÁRÁRÁRÁRÁ.
 

No mais, sexta-feira, macacada. Menos blog, mais álcool, mais frio!