Posts com a Tag ‘Madonna’

Perdas e ganhos

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

You don't know me

Graças a 2010, eu não choro mais do que o necessário para seguir em frente.
Mas anda doída a perda de meu amigo de 18 anos. Não posso negar.

Graças a 2011, abrem-se novas e boas portas.
E estou revendo algumas das minhas decisões radicais.
Ex-amigos, mudanças que quase-foram, outras que foram, velhos conceitos.
É chegada a hora de voltar atrás, fazer a curva. Quero ser menos “definitiva” com o que um dia não deu certo.
E quero caminhar na paz.

Nesse clima, meu espírito contraditório veio com tudo.
Mais uma vez, esbravejei contra essa onda de transformar José Alencar em herói.
E andei jogando porcaria dos outros no ventilador…
“Paz” com assinatura Ana Pessoa.

Depois de resolver as chatices burocráticas que todo dono de empresa enfrenta no começo de um ano, hoje me dei uma folga.
Deixei o texto do amigo que estava quase pronto para depois, não cobrei a entrega de material do fornecedor atrasado, congelei o grande projeto da enorme empresa.
Deixei tudo para amanhã na cara dura.
E fui para o salão de bairro com minha prima 4 anos mais nova.
Pé, mão, café e fofoca.
Mais uma escova que me deixou com o cabelo todo oleoso de “produtius”.

Ah, Belo Horizonte é uma cidade estranha…
Parece o ensaio de uma série daquelas tipo Mad Men só que feita com baixo orçamento.
Uma coisa do passado com personagens muito marcantes.
E, definitivamente, eu não faço parte do cast.

Agora, hora de ir para a degustação dos novos pratos do bistrô francês com a mamãe.
(Leia-se: As incríveis aventuras da balzaca inconformada com a condição humana e com os dois pés definitivamente na jaca…)

O nome dela é Caster Semenya

quinta-feira, 20 de agosto de 2009
Responda rápido: qual das moçoilas parece homem?

Responda rápido: qual das moçoilas parece homem?

A sul-africana arrebentou nos 800m. Chegou 2s45 à frente da segunda colocada nesta corrida.
E tem só 18 anos.
Diferente, foi acusada de ser… Homem.
Nenhuma adversária foi cumprimentá-la depois da prova. Recebeu um único abraço: o da bandeira sul-africana.

A polêmica já começou nas eliminatórias. A queniana Jepkosgei liderava uma bateria quando foi tocada por Caster Semenya na última curva. A queniana sofreu uma queda e foi eliminada. Conseguiu no tapetão participar da final. Para perder – sem tombo.

Ser diferente.
Não ser mignon. Não ter o nariz da fada sininho. Não ter a pele alva.
Não fazer biquinho para falar.
Não ter os cabelos lisos e sedosos e louros e brilhantes.
Não comer pouco.
Falar palavrão.
E, além de tudo, ser a melhor do mundo.
Aí ferrou.
Ser diferente, negra e boa para caramba?
Só sendo homem.

No meu caso. Não consegui ser a melhor do mundo. Em nada. Risos.

Voltamos a minha última obsessão
(gosto da tradução do Houaiss – ■ substantivo feminino
1 Diacronismo: antigo. suposta apresentação repetida do demônio ao espírito)

Madonna.

Onde Sean, Carlos e Guy erraram? Onde Jesus acertou?

E voltamos às diferenças. Se uma diferença pesa muito, ela separa? Ou o momento atenua?
E, de fato, existem semelhanças?
Eu não tenho a menor vergonha de dizer: tenho pavor de encontrar meu clone.
Imagine alguém como eu. Seria um horror, um inferno.
Mas meu oposto também é um pesadelo.

Em 2002, voltei ao Brasil com uma sensação muito nova no peito.
Queria fugir. Para algum lugar. Para fora do planeta.
É sério.
Depois de uma longa temporada na ilha de Fidel, vendo gente pobre e instruída sofrer de falta de liberdade, os Estados Unidos se preparavam para invadir o Iraque. E invadiram no dia do meu aniversário: 19/03/2003.
As Torres ainda ardiam nos olhos de Bush. E o petróleo corria em suas veias.
Hoje, abro o jornal: 95 mortos no Iraque. Medo de votar no Afeganistão – moradores temem ataques dos Talebans. No Rio, duas inglesas condenadas por dar o golpe da mala roubada (para receber o seguro). Na política, ex-presidente escapa de acusações pesadíssimas. No barato, o cara usou (muito) dinheiro público em benefício próprio. No esporte, campeã da corrida é suspeita de ser homem.

Quando é que os caras começam a vender passagem para Marte? Eles aceitam vale-transporte? O carro como entrada?

Madonna, Marina e Lina

quarta-feira, 19 de agosto de 2009
Para quê bater papo?

Para quê bater papo?

Marina, conte com meu voto. O PT sempre foi um lixão. Legal você sair e justo agora. Mais emblemático impossível. O sapo barbudo deve estar coaxando enlouquecido pelos jardins da babilônia do cerrado.

Lina, mulher de peito. Mandou a ministra presidenciável comer capim. E olha que a ministra parece o boi da cara preta e de peruca! Que meda.

Madonna, você só me faz pensar. Se eu tivesse seu corpo musculoso – não vem com essa de parecer garotinha com 51 -, sua grana, e sua idade, eu certamente comeria Jesus e na Itália. Guy Ritchie, aquele inglês, é que deveria ser um tédio. Tomar uma no pub, voltar para casa 23h, ser homofóbico, tomar uma no pub, ser machista, voltar às 23h, não ajudar em casa, tomar uma no pub. Gente, tenho ótimos amigos ingleses, passei uns tempos por lá na adolescência, mas vamos combinar? Inglaterra só se for ao lado de Jonathan Rhys Meyers vestido de Henrique VIII e tomando todas. Mas como o ator é irlandês, melhor papar Jesus. Uga uga.

Fechei: voto na Marina, aplaudo a Lina e apoio a Madonna.

Minúsculos fragmentos de uma opinião ácida

segunda-feira, 27 de abril de 2009
 


26/04/2009           

As máximas em qualquer idade

AOS 4

“Por favor, Jesus, faça alguma coisa… Não fique aí parado feito um tonto!”

Dudu, ajoelhado, orando pelo pai, pela mãe, pela professora e por ele, que está “ficando maluco” de tanta arte que faz, segundo frase enviada pela tia Sandra

AOS 7
“Mamãe, mas por que não pode lavar dinheiro?”

Daniel, ao assistir a uma reportagem na TV sobre a Operação Satiagraha, da Polícia Federal, segundo frase enviada pela mãe, Roberta Jovchelevich

 

Não pude resistir e copiei as frases da revista da Folha. A primeira, de um cristão novo, chamando Jesus de TONTO, mas pedindo para ele resolver o problema. A outra, de um judeuzinho, de olho na grana. Tão pequeno e já querendo abrir uma lavanderia.

O toque fino de ironia é que a tia, a mãe, a parentada manda a frase, achando a coisa mais linda. Linda para quem quer fazer teste de personalidade no circo.

 

MUNDO ANIMAL

Na Irlanda, um touro invadiu o supermercado.

No mundo latino, a gripe é do suíno.

Se você levar um pé na bunda, guarde esse nome: Sophie Calle. Ela pode te inspirar a fazer coisas do arco da velha com o ex. E ganhar grana com isso. E viajar o mundo!

 

Hoje terei mais um embate na justiça.

Sinto que virei gente grande. Afinal, é meu primeiro processo.

Momentos de medo. De ironia. De empáfia. De gentileza. De cobiça. De desejo de justiça. De vingança.

É interessante o  turbilhão de reações.

 

FAT LADY

O que é o cabelo-peruca de Fernanda Young?

Parece um playmobill com defeito de fabricação…

 

TOY ART

Jesus, o Luz, desfilou em NYC, faz campanha para Dolce & Gabana e deve ser partner de Madonna na segunda série de campanhas para Louis Vuitton.

Ivete está grávida de 4 meses. O pai é um estudante de nutrição. Piada pronta.

Essa moda de Toy Boys é mesmo engraçadinha.

 

O que acontece com a pele depois de um fim de semana de trabalho

O que acontece com a pele depois de um fim de semana de trabalho

Quer saber como Madonna mantém a forma?

quarta-feira, 18 de março de 2009

Deu no Daily Mail.

article-0-03f6ebe3000005dc-59_468x302

É só ficar de olho no que ela come.
Nesse jantar para o estilista Valentino, vejam o prato (?) da moça…
Uma taçona de vinho resolve o problema.
article-1162526-03d52307000005dc-698_306x709 E outra ex-de Jesus Luz, o toyboy da Madonna, botou a boca no trombone da imprensa.
Disse que Madonna é ridícula por estar com o garoto.
Falou que o modelo nem ouvia as músicas dela e que Madonna podia ser mãe do Jesus (!).
Para terminar, ficou preocupada com o ex porque, segundo ela, Jesus se joga nas relações e Madonna só está com ele para aparecer.
Isso é piada pronta!

risos