Posts com a Tag ‘Neymar’

Matei Bin Laden e não mostro a foto

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A garotada hoje engravida e vai logo pedindo aos assessores de imprensa que redijam notas: “vou assumir a minha responsabilidade”.
E alguns colunistas de futebol e cronistas de rapina aplaudem no ato: o garoto virou homem.
Meninos, o garoto vira homem?
Não precisa “virar homem” o garoto que usa preservativo e não só não engravida a parceira como não leva doenças para casa.
Vira homem o garoto que passou de 21, 25, formou-se na faculdade e não ficou na aba do papai.
Tem gente que, com 30, não só vive mamando como ainda leva agregados para lavarem roupa em casa, para papai e mamãe darem comida e ainda espera que os coitados comprem apartamento para ele finalmente se emancipar!
Tenho que dizer: ouvir seu companheiro anunciar que vai assumir a responsabilidade parece aquela sonora/depoimento que todos nós jornalistas já flagramos na porta da delegacia:
– Fui eu que matei. Agora vou pagar pelo meu crime.
Santa cara de pau do agreste de Itapipoca.

Ando amarga?
Sei lá…
Ando pensando que, de um lado, temos meninos que nada ganharam da vida e que ralam bonito para conseguir um pouquinho mais.
Hoje, em meu MBA chiquérrimo e internacional, ouvi a história do moço que era filho de pai pobre marceneiro no sul e que hoje é dono do próprio negócio.
Conheci o menino de Santarém que demora 3, 4 dias para chegar nas obras da empresa da família porque não há avião ou carro que o levem.
E o que passa 200 dias do ano dentro de uma plataforma de petróleo comandando centenas de trabalhadores.

Aí li que o filho do Eike sofreu por ser gordo na adolescência.
E que pilota um BMW de quase um milhão de reais e acaba de comprar um Aston Martin com a própria grana.
Que própria grana?
E menino de 19 anos tem lá própria grana?
Ele que caia na real: a maioria das empresas do grupo EBX, do bilionário Eike Batista, teve prejuízos no primeiro trimestre.
Jorginho Guinle foi o profeta desse apocalipse…

Brasil, querido, hoje ando Rodrigueana.
Se pudesse seria a grã-fina que grita no Maracanã:
– Mas quem é a bola? Quem é ela?

As arestas da vida adulta

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Esta semana, meu radar fechou o foco nas notícias dos tablóides.
Não, nada de príncipes e duquesas, aqui em Pindorama nossos heróis são mulatinhos (com mais tempero do que os ingleses cara de cavalo) e louras de farmácia.
E é com elas que inicia-se meu assombro.
A apresentadora de um programa dominical divulgou e a notícia foi manchete em um dos nossos sites de maior audiência: ela está com o assoalho pélvico malhado.
É isso mesmo: bacurinha trabalhada com personal trainer.
É que a moça vai ser mãe e quis deixar avisado para o filho e o mundo: pode vir que estou pronta! Ah, bom!
Da loura aparecida para o tema da questão…
Em minha hidro geriátrica, o assunto recorrente é bexiga caída.
Não, não farei piadas infames sobre a salubridade da água da piscina.
Você sabia que existe um aparelhinho chamado epi-no que promete facilitar a aula de musculação para o baixo ventre e que, entre outras vantagens notáveis, faz com que novas e idosas fiquem com o assoalho pélvico em dia?
E nem precisa de personal trainer.
As minhas velhinhas são mais espertas do que a loura de farmácia – piada pronta, eu sei.
Agora, já que malhamos as Madalenas, vamos aos Judas.
Uma série de sucesso da HBO brasileira promete ter nova temporada: Filhos do Carnaval.
Disseram que, nesta edição, o nome sofrerá alteração: Filhos do Futebol.
Aqui como acolá, começou a aparecer nos gramados, é hora de ter um bastardinho – diria Maria Antonieta do cerrado.
Querem nomes?
Pelé, Ronaldo gorducho, Ronaldo Gaúcho, Robinho… Agora o craque da vez: Neymar.
Quando o mundo pensava que ele estava saindo com uma dessas halterofilistas que desfilam de biquíni na TV, o menino inova: avisa que engravidou uma menor de idade (17 anos), e que vai assumir sua parte. (?)
Para fazer uma ponta nesse novelão, o galã e boxeador Dado Dolabella também anunciou que está buchudo.
Será o terceiro filho – cada um com uma mulher diferente – em um ano e meio.
Como o garoto também é chegado num chute, tem grandes chances de ser escalado para a nova série.
E vamos fechando com a polêmica da vez: os ricos que habitam o bairro de Higienópolis (dos primeiros a ter infra-estrutura de esgoto na capital mais rica do país), não querem metrô nas redondezas.
Reclamam que o buraco quente vai atrair camelôs, ladrões e pobres – não nesta ordem.
Um ou outro blogueiro quis faturar em cima indo contra a maré – há outra estação muito próxima e o blablablá periférico.
O problema, mermão, é que não querer uma estação de metrô alegando que ela “atrai a população desfavorecida” é coisa de Pindorama alucinada.
Em alguns países, isso é mais conhecido como xenofobia.

E, sendo assim, bom dia.
Nos vemos amanhã.

Abobrinhas

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Em campo

O mundo volta a seu rumo depois que o Santos de Neymar foi derrotado.
Futebol, um mistério quando se fala em brasileiros.
Ontem foi dia da plebe (eu incluída) crucificar o jovem e arrogante jogador que tantas fez que levou à demissão do técnico.
Para mim, o mais engraçado e deprimente foi ler o colunista Xico Sá dizendo-se rebelde e radical por defender o bad boy.
Não dá para levar a sério um cara que vangloria-se de ser feio e entender de mulheres.

O céu caiu

Depois que pedras gigantes de gelo destruíram um bairro em Guarulhos, na Grande São Paulo, a primavera chegou.
O tempo anda tão louco.
Engraçado é dizermos que temos primavera.
Não temos.

Boa ação

O bad boy do Facebook fez uma doação de U$100,000.00
O que um filme sobre o rapaz não causa em sua vã consciência?

Horário político

Gabeira encanta militares
http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/09/23/precisamos-ficar-atentos-isso-326802.asp

Febre

Eu dancei muito em 1984, 7 anos depois da estréia do filme.
E olha que o filme não era pra o meu bico…
Nada como ter mães de amigas que se amarravam em caipirinha!
Nos anos 80, meu objeto de desejo era um piso iluminado.
Como um jogo Genius gigante.