Posts com a Tag ‘Palocci’

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Protocolado ontem na Corregedoria da Câmara de São Paulo, o relatório sobre supostas irregularidades cometidas pelo vereador Netinho de Paula (PC do B) acata as denúncias feitas contra o parlamentar e pede que o político e ex-cantor tenha seu mandato suspenso por um período de um a três meses. (…) Em sua conclusão, o relator afirma que investigações do Ministério Público e da Delegacia de Crimes Funcionais apresentam “diversos e relevantes elementos probatórios” que corroboram a tese (…) de que Netinho usou notas frias ou fora do padrão necessário para justificar o uso da chamada verba de gabinete – cujo valor hoje chega a pouco mais de R$ 18 mil.

Arthur Guimarães, do UOL Notícias

 

Greve da CPTM é suspensa em São Paulo

Trabalhos vão ser totalmente retomados em uma hora e meia.
Nova assembleia está prevista para acontecer no dia 10.

(do G1, em São Paulo)

O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, afirmou nesta quinta (2), após a cerimônia de lançamento do programa Brasil sem Miséria, que poderá se pronunciar sobre sua evolução patrimonial, mas não disse quando.

(do G1, em Brasília)

 

Promotoria pede bloqueio de R$ 860 mil da Americanas.com para pagar multa judicial

RIO – O Ministério Público do Estado do Rio informou ao GLOBO que pediu o bloqueio de R$ 860 mil nas contas bancárias da Americanas.com. O motivo é o descumprimento da decisão judicial que impede vendas da empresa para consumidores do Estado do Rio de Janeiro, enquanto não forem regularizadas entregas atrasadas.

(O Globo)

 

Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.
William Shakespeare

 

Eu tenho certeza de que lemos todas as manchetes para confirmarmos que vivemos na Terra do Nunca. Em nossas vidas pacatas de classe média, vamos à yoga, ouvimos passarinhos, tomamos ônibus, guardamos o carro na garagem, passeamos com o cachorro, compramos pão na padaria, almoçamos com colegas de trabalho num shopping.
Fim de semana tem caminhada pela rua, pipoca no cinema, locadora, pizza.
Ouvimos uma discussão de vizinhos, mas tudo bem – é a vida.
Pensamos em fazer academia.
A calça anda apertada.
Sonhamos com viagens de férias.
Domingo, topamos pegar a estrada para comer naquele restaurante no alto da montanha.
Um fiapo de sol e ficamos imóveis.
Jornal, iPhone, blackberry, iPad – porque também somos filhos de Deus.
Uma foto.
Música.
Apertados para pagar a conta.
Tom Jobim.
Beija-flor.

Porque o mundo de verdade é muito mais simples do que o que lemos nos jornais.

Tricô ou croché?

terça-feira, 31 de maio de 2011

Existem algumas épocas em que a vida lá fora não deixa tempo para os escritos.
E são tantas coisas acontecendo, não?
Ratko Mladic chegando em Haia (se fosse inimigo de Obama, o chefe da democracia, não teria direito a julgamento…).

Ministro brasileiro ganhando milhões e não se explicando.

E eu com meu pequeno mundo, cheio de coisinhas tão pequenas e inhas.
Faz frio aqui e eu gosto muito.
Coloco roupas largas e quentes.
Ganho presente de avó.
Visita relâmpago de mãe.
Almoço com amigos sumidos.
Leitura de textos de conhecidos.
Piscina com fumaça subindo pelas paredes.

Ficar horrorizada com um país que torna-se rico e que ainda aceita, calado, políticos bandidos?
Ah… O mundo tem mais do que isso: um homem acusado de genocídio durante o cerco de 43 meses a Sarajevo e algoz do massacre de 8 mil muçulmanos em Srebrenica.
Para quê passeatas?
Tudo vira um grande julgamento pela televisão, até que o réu caia de AVC, infarto ou outra doença banal que acomete democraticamente velhos ou bandidos, mulheres ou assassinos.
Também se pode matar, sem esperar julgamento, e lançar o corpo ao mar…
Ah…
Eu não entendo nada.
Deixem-me aqui com minhas meias de lã e meus problemas de contas de luz, de pintura nova, de gás de cozinha.

Aqui no Brasil…

quinta-feira, 26 de maio de 2011

A presidente bate em gays e simpatizantes para manter debaixo dos panos o enriquecimento espetacular (20 milhões de reais em dois meses) do ministro que é quase um Primeiro Ministro.
Hoje, caminhando apressada, passo na porta de uma agência de modelos e…
Pausa.
Sempre que passo por ali, fico com pena das frangotas de pernas longas que vão fantasiadas de moças poderosas mendigar um qualquer para fazer uma foto.
Hoje, enquanto uma se sentava na calçada para tirar o sapato altíssimo de verniz coral com lacinho infantil, outra correu logo para entrar no carro de político com chapa oficial e se mandar (com a nossa grana de impostos) para local não identificado.
O mundo gira…
E os homens não mudam tanto assim.
No almoço de aniversário da amiga, que surpresa: revi uma velha companheira de trabalho que é doente profissional.
Sempre a mesma história: a doença, a força no futuro, a alimentação, a filosofia oriental. Uma lutadora, uma mulher forte.
Num outro almoço, encontrei outra velha conhecida que me contou ter vencido o câncer de seio.
Ela estava ótima, cheia de trabalho, idéias, novidades.
E me contou: há três tipos de doente.
O que enfrenta, o que desiste e o que transforma a vida em doença.
Minha ex-colega não me cumprimentou.
Imagino que meu Estado não seja motivo de comemoração para quem carrega a cruz e a “glória”.

Ayruveda.
A massagem com óleo quente que te deixa tão diferente.
Estudar algo que não tem literatura, não tem explicação, não tem poesia.
Difícil.

Onde me meto eu sei.
Por que é que é problema.

A quem interessar possa

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Uma vista para dividir com os amigos

Papai Noel,

este ano eu fui uma menina má.
Eu menti para você.
Eu não fiz nada do que esperavam de mim.
Eu meti o pé na estrada.
(e na jaca)

Poxa, Papai Noel, 2010 não foi bolinho.
Meus conterrâneos colocaram a carrancuda na presidência e ela já anunciou o Palocci.
Dizem que Ciro vem na sequência.
Francenildo vai ter que pedir asilo no Afeganistão.

Papai Noel, nem te conto.
Me disseram (e eu não duvido) que o Lula-lelé pretende, na calada da noite vermelha, aprovar a compra dos caças franceses e libertar o italiano terrorista e assassino.

Mas não tem nada não.
O Scorsese avisou que vai trabalhar com Robert De Niro pela nona vez.
A turma da Wikileaks ameaçou: tem mais uma papelada para jogar no ventilador explosivo da web.

Hoje fechei contrato do meu novo apartamento.
Hoje também não peguei engarrafamento.
E fiz uma hora de yoga bem feita.
Saí como a mulher gato depois da hérnia de disco.

Ah, Papai Noel, aqui em casa não tem chaminé.
O síndico distribuiu uma carta avisando que a instalação de gás vai custar 31 mil.

Papi Noelis, além de renas, anões, gnomos, neve e nariz vermelho, aí onde você vive tem gente engraçada como o finado Mussum?
Aposto que é como na Suécia, onde as mulheres levam estuprador para almoçar e oferecem a própria casa para ele passar a noite.
Mas não foi lá que começou a Stockholmssyndromet?

Papai Noel, deixa tudo para lá.
Só porque fui uma menina muito má e não acreditei em você – isso não é motivo para se estressar com o eleitorado.
Quem sabe em 2011?
Faça um pedido e mande sua cartinha.