Posts com a Tag ‘redes sociais’

Oh wow, oh wow, oh wow

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Em tempos de mortes de Jobs e outros famosos do Vale do Silício, vai a dica:

Quando eu morrer, não mande mensagens no meu blog, no Facebook.
Não aperte o botão de “like”.
Não me mande recado relembrando a nossa amizade.
Não publique aqueles momentos íntimos na internet.
Não coloque no youtube minhas matérias da TV.
Não escreva um post, não “twitte” uma frase.
Não publique uma foto.
Não releia aquele texto.

Sabe o que é?
No além, dizem, não tem rede wi-fi.
Os mortos não costumam ler nem responder nada que não pinte numa mesa branca.
E também, tive notícia, não curtem muito essa coisa de tag na foto.
Eles não estão mais aqui, sabemos, mas não precisa avacalhar com o defunto.

Se puder, toque aquela canção.
Cante.
Jogue papel picado da janela.
Chute 3 ou 4 baldes.
E, claro, tome uma por aquela que não deixará nada para a posteridade.
Ela, definitivamente, não foi santa.
E disso muito se orgulhou.

(em tempo: fica proibido todo e qualquer minuto de silêncio em jogo de futebol, show de rock e correlatos)

Dúvidas digitais de um canário

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010
Foto criada em 2010-01-30 às 17.57

!

– No mundo, as redes sociais agregam 55 milhões de usuários;

52% já interagiram com marcas nesses meios.

– 80% confiam em recomendações de compras feitas pelos amigos;

– de maio a junho de 2009, a audiência do Facebook no Brasil cresceu 40%

Orkut: 13 milhões de usuários no Brasil

36% dos internautas brasileiros sobem vídeos no YouTube. O Brasil é a segunda maior audiência do mundo;

– Blogs: Brasil é o quarto país do mundo onde mais se lê blogs. 2,6 milhões de brasileiros atualizam os próprios blogs diariamente;

Twitter: cresceu 1.832% em 2008. E SP é a quarta cidade do mundo em uso (Fonte: Agência Click)

Foto criada em 2010-01-30 às 17.56 #4
Cara deslavada

Olha, sou suspeitíssima.

Amo o poder que a rede tem de conectar pessoas que não têm recursos. Amo a transformação que a internet provocou na vida de todos.
Adoro ficar em casa descalça e não sair faça chuva ou faça sol.
Adoro comer só quando dá fome e comidinha caseira.
E com internet…
Adoro sair muito de vez em quando, e voltar muuuuito cedo – tipo 7am.
E com internet…

Mas que esse bicho eletrônico (inclua video games, TV e outras geringonças) está nos escravizando e está atrapalhando as relações, está.

E agora?

Só posso dizer uma coisa – e baseada em experiência pessoal, portanto não é regra geral – eu vivo disso, amo a confusão das redes sociais, tenho dormido cada vez menos (mas sou assim) e tenho conhecido muita gente interessante. Mas tenho (como em várias outras questões) exagerado na dose.

E agora?

Hoje vovó fez anos. 87.
Disse que já está na hora de ir embora.
Eu sugeri que ela tomasse um porre e deixasse todos os convidados horrorizados.CANARIO
Ela gostou da idéia – é muito careta e muito ligada essa vovó – e disse que ia tomar as Smirnoff Ice que comprou para as netas mais novas (!) tomarem no domingão.
E me contou que estava triste: a gaiola caiu no chão e o canário de pé torto fugiu.
Tem um dia que não aparece.
Tem alpiste e água, mas ele não volta.
Ela, tadinha, machucou as mãos ao arrumar a gaiola.
Disse que um amigo/amiga canário andava visitando a ave. Ficava lá, ao lado da gaiola por horas.
Repetiu que estava triste.
Intuiu que o passarinho deve morrer em breve – pois não sabe viver solto.
Mas vai morrer feliz e bem acompanhado.