Posts com a Tag ‘Romário’

Fantasmas

terça-feira, 13 de março de 2012

“To live is the rarest thing in the world. Most people exist, that is all.”
Oscar Wilde

Pois hoje apenas existi.

Lendo e me atualizando – por obrigação profissional – sobre as fanfarronices do futebol nacional.
Desde jogador bêbado, passando por ex-dirigente ficha suja até chegar em goleiro criminoso.
Uau.
Futebol é uma coisa ‘submundo do crime’.
Era uma vez Pelé que roubou do UNICEF que chamou Ronalducho para levantar uma grana que defendeu Ricardo Teixeira e fez o Corinthians contratar o Adriano. Adriano que descia ladeira abaixo como tantos e tantos outros.
Vontade de ver o filme “Heleno” mesmo sabendo que não vai vale a pena.

E a política?
Houve um tempo – poético – em que eu acreditava em anular meu voto.
Hoje acredito em eleger o menos pior e atrapalhar os terríveis que estão por cima.
Nas últimas eleições, ajudei a derrubar o Netinho de Paula…

Ah…
E a amiga que precisa de um abracinho?
Ela está em seu casulo e eu aqui pensando nela.
E a amiga cheia de esperança no futuro?
Se eu pudesse, beberia água da mesma fonte.
Ah – meus amigos queridos – que vêm e que passam como a garota de Ipanema.

Fim de dia. Vou reler o Fantasma de Canterville para ver se recupero o humor fino.

bu!

A pluma do ganso

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

CACHU

Decidido: é nesse local nos confins do centro-oeste que meu ano vai virar.
Esse negócio de ficar para lá e para cá em avião é muito bom. Mas o Brasil é que é o meu lugar. E não gosto de agito na virada. Gosto de sombra e água fresca.
Alice, a cachorra destrambelhada, nem sabe a aventura que a espera. SP-BH-Chapada dos Veadeiros…
De carro.

A dura vida de uma coelha da Playboy

As remadoras britânicas Mel King, de 37 anos, e Annie Januszewski, de 40, pretendem atravessar nuas o oceano Atlântico.
Inicialmente, a dupla pretendia remar 15 horas por dia usando biquíni. Mas as inglesas decidiram remar completamente nuas para reduzir o atrito com a roupa.

Enquanto isso, em Nova York, duas professoras estão comendo o pão que o diabo amassou porque foram flagradas peladonas dentro de uma sala de aula.
O zelador virou delator.
Deixa as teachers namorarem, povo careta.

Y, o chapeleiro maluco

“Eu, que sou uma leitora de Proust, sei que a vulgaridade tem o seu valor, sim.”

frase de Fernanda Young para contestar o publicado encalhe das Playboys

Proust que não era bobo nem nada, antes de morrer deixou uma resposta pronta para Fernanda.

“De même nos intonations contiennent notre philosophie de la vie, ce que la personne se dit à tout moment sur les choses. ”
(Nosso jeito de dizer as coisas contem nossa filosofia de vida, o que sempre estamos dizendo a nós mesmos sobre as coisas)

http://www.page2007.com/news/proust/0420-ce-n-etait-pas-seulement-une-matinee-mondaine

Tiger

Meninas, não fiquem com raiva. Não estou defendendo o Tigrão.

Estou só questionando as louras suecas que atacam só os negões ricos e depois contam a história de que não sabiam de nada.
Claro que não sabiam: estavam concentradas em garantir o caixa quando deveriam investir em conhecer melhor o cara.

Tranca X Troncoso

Romário e família foram obrigados a deixar a cobertura onde moravam no luxuoso Golden Green – aquele onde Ronalducho morou, o que tem campo de Golf, na Barra da Tijuca.
O baixinho simplesmente não desocupou o imóvel que foi leiloado por 8 milhões de reais para pagar dívidas que ele tem com os próprios vizinhos.
Segundo testemunhas, o apê foi lacrado e a fechadura do apartamento trocada enquanto o casal estava em Trancoso, na Bahia. Os filhos, que estavam no imóvel, foram para a casa de familiares.

Veneno 1: a casa de familiares deve ser em algum bairro simples porque o jogador nunca foi chegado em favorecer a parentada.

Veneno 2: eu, que já fui vizinha de chinês, fico pensando que não deve ser mole ser vizinho de jogador de futebol.

Salvem os ídolos nacionais!

Falando grossosorry

Amo os irônicos.

Os que lêem.
Os que falam mal dos outros.
Detesto histéricas.
Egocêntricos.

Tenho dúvidas com relação aos mentirosos.
Porque eu minto.

Odeio os sorrateiros.
Os covardes.
E mulher bonita.

Ontem, queria ser um sabiá comendo coquinho vermelho na Vila Madalena.
Hoje quero ser Alice correndo atrás do Sabiá na Vila.