Posts com a Tag ‘Serra’

Meditação Transcendental

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Hoje mentalizei positivo.
Pensei que vivemos na Fantástica Fábrica de Chocolate.
Que lula é um molusco.
Que Dilma é apenas um nome assim como José.
Marina é aquela cantora que perdeu a voz.
Marta, uma antiga colega de Curitiba.
Cansei de ter cabelo de Sílvio Santos e fui ao salão.
Com as unhas escarlates, recusei-me a fazer parte do povo que fica achando lindo o Google Street View.
Comi demais na ZDeli.
Foi aflição de ver tanta gente embotocada e gritando ao Nextel.
Vesti meu pijama sexy de flanela e meditei.

Ohhhhhhhhm.

De repente tive alucinações.
Maluf finalmente era punido pelo poder público (recebia uma multa de trânsito).
Dado Dolabela ia para terapia.
Weslian Roriz era apenas uma dona de casa.
Heid Klum não era mais um anjo.
Ohmmmmmmmm.
Quando é que começa a liquidaçãããããããããããããããããããããão?

Osho no lance!

PV à manger

domingo, 14 de março de 2010
Perpétuas

Perpétuas

Saiu na Folha e me pareceu interessantíssimo. Marina da Silva quer um liberalismo “sustentável”. Ela está cercada de gente com pedigree  – dono da Natura, professor Giannetti da Fonseca… E não há uma negação do governo FHC nem uma santificação do governo Lula.

Diz a matéria:

“Num eventual governo do PV não haveria cortes em programas sociais como o Bolsa Família, apenas maior atenção para a chamada porta de saída (capacitação dos beneficiários).
O compromisso com austeridade fiscal seria evidenciado com medidas de impacto simbólico, como a extinção de pelo menos metade dos cargos comissionados de livre provimento, hoje em cerca de 23 mil.
Não se considera o Estado inchado, e sim “pouco republicano”, nas palavras do empresário Guilherme Leal, da Natura, provável vice de Marina. Mas ele não quer nem ouvir falar em “Estado mínimo”. “A discussão tem de ser eficiência e transparência do Estado, não tamanho”, afirma Leal.”

(Folha de S.Paulo, ed.Brasil. 14/03/2010)

Em tempos de Serra e Dilma, é bom acompanhar a movimentação de Marina… Afinal, mais do mesmo – mensalão, excesso de gastos, movimentos estranhos – não é nada bacana.

Uau!

Foi escrever de política que uma chuva violenta começou – com granizo, redemoinho e o caramba. Acabei de escrever, o sol voltou.

Se São Pedro lê esse blog, não estou nem aí. Risos.

0O0O0O0O0O0O0O0O0O0O0O0O0O

Estou aqui fazendo “para casa” do francês e sofrendo antecipadamente. Esse semestre vai ser duro de participar das aulas se o ritmo das viagens seguir assim… Vamos tentar.

Palavrinhas & cia muito engraçadinhas da língua de La Fontaine (o que ira inspetor de águas) para quem ama comer fora:
– pouboire (a sempre dolorosa);
– nappes à carreaux (se fica no chão, é americana; sobre a mesa pode ser até de cantina italiana);
– chaleureux (nosso povo, nosso clima)
– Il demande comment ils vont payer… En liquide? Ils n’ont pas d’argent… allez laver la vaisselle … (hahaha)

Sem perdão pela falta de inspiração

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Você também acorda num espírito matador?
Eu me sinto como um aparelho eletrônico.
Uma vez que a bateria está carregada, eu salto da cama.
Já contei aqui que trabalhei durante alguns anos na madrugada.
Levantava sem despertador às três e meia da manhã.
Eu sou super do dia. Sempre fui.
Vez ou outra viro a noite. Mas é raro.

Hoje, por um assunto de trabalho, resolvi ouvir a lista de músicas de uma cantora pop (estamos com uma campanha no ar e você tem que votar na lista de músicas ou na personalidade preferida).
E ouvi uma música que decifrou meu estado de espírito.
Esqueça a letra (estúpida).
Engraçado que já tinha ouvido, mas como é tema de série de vampiros da HBO, não dei pelota.

Falta de assunto, não?

Depois de ler que uma mãe twittou enquanto esperava a ambulância chegar para salvar o filho que acabara de ser afogar na piscina…
E que a moça twittou para avisar que o menino morrera.
E que a moça iria fazer um especial na internet para arrecadar fundos para cremar a criança…

O refrão da música começa a ficar interessante.
Dúbio e perigoso.

Triângulo do pão de queijo

Com sua vida de playboy bem alimentado…
E muita história mal contada.
Aecinho não vai mais correr a maratona presidencial.

Quanta água rolou e a gente nem ficou sabendo.
Vocês viram que o Arruda Panetone era chantageado desde a campanha.
Aecinho, moço descuidado…

Bom para nós por alguns segundos…
Agora vai ser o vampiro contra o rolo-compressor de peruca.

Estamos fritos.

Dica nerd: use a câmera como espelho e tire o make enquanto bloga

Dica nerd: use a câmera como espelho e tire o make enquanto bloga