Posts com a Tag ‘verão’

Engraçadinha e seus amores

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Por aqui, tempo louco de verão.
Chuva, sol, sol e chuva e, assim, sucessivamente.
Eu, sem tempo e sem nada fazer, vou olhando a vida pela janela do carro.
Quando dá, desço e me esbaldo.

Hoje, fugi.
Fugi para o parque, para a coruja buraqueira que, com sol a pino, dormia.
Fugi de tudo o que é sério e certo e caí na gandaia matinal.

No meio do caminho não tinha pedra.
Tinha telefone, Carlos.
E vinha gente inocente me chamar para o sul.
E gente sem jeito me dizer que tomei um pé.
Eu, agradecida, desliguei.
E tomei sol.
Com pé, sem norte.

Sol de janeiro.
Feliz e acelerado.
Dizendo que, em fevereiro, é carnaval.

Coco, cocada e quebra-queixo

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Les fleurs du mal

Acordo às cinco da manhã, faço uma hora e vou caminhar.

É calor logo cedo para os transparentes.
Em Boa Viagem, admirei-me com o que vi: cerca de cinco homens de uniforme azul royal no alto dos coqueiros.
Pensei logo: que bacana, a prefeitura poda as folhas secas dos coqueiros.
Poda?
Que nada, macacada…
Mutila.

A turma cortava, sem piedade, os brotos de coco, os cachos floridos, branquinhos e tão poéticos.
Eram dezenas, quase centenas, de cocos em produção sendo ceifados deste pobre verão.
Uns hão de dizer que é para proteger o povo que vai à praia.
Ora, bolas, quem passa debaixo de um coqueiro sabe que coco dá.
E a água vale o risco quando o sol é inclemente.

Pelo calçadão, a imagem do velório.
Algumas senhoras recolhiam galhos e flores para por eles orarem mais tarde.
E eu fiquei borocoxô.
Dia feio de gente má.

Nem Baudelaire aguentaria.

Dramin®

domingo, 19 de dezembro de 2010

Esse blog trocou um biquíni por picolé.
Esse blog ficou em dúvida entre verde, onça ou preto.
Esse blog comeu uma salada de fruta.
Esse blog tomou banho gelado porque não tem ar-condicionado.
Esse blog anda cansado.
Esse blog tem altos e baixos de humor.
Esse blog ouve a gata no cio lá embaixo.
Esse blog quando não escreve fica desanimado.
Esse blog.


Ah, ele é muito enjoado.

Soy Estudiantes desde chica!

quinta-feira, 16 de julho de 2009
Foto de divulgação AFP

Foto de divulgação AFP

O que me encanta no futebol não é a comemoração do campeão, é a gozação com o time derrotado. Hoje nas ruas de La Plata só deu Galo. A equipe tetracampeã do torneio (1968, 1969, 1970 e 2009) fez um desfile pelas ruas de La Plata carregando seu bandeirão preto e branco recém-adquirido. Porque na arte da sacanagem esportiva, argentino é mestre! Toma Cruzeiro porcaria! (E o São Paulo também)

Mudando de assunto, diz Bianca, uma amiga bigoduda, que velho tem mais de 35 anos. Gente, eu sempre fui precoce e a idade chegou: sinto dor nas costas, não consigo emagrecer, esqueços as coisas (hoje foi o soutien – e tive que passar em casa para pegar porque um mico por dia é o limite…). É um horror.

E quem já trabalhou na Globo e é daqueles que, como eu, ficou 3, 4 semanas trabalhando sem descanso comenta a nova hierarquia do jornalismo. É tanto cacique sem índio que parece novela ou mini-série do descobrimento. Como sabiamente me disse Chico Anysio numa entrevista – censuradíssma – para o Fantástico: A Globo cresceu gastando e vai falir economizando. É muito chefe picareta para pouco soldado trabalhador. Saravá! Meus pêsames para os que lá ficaram e que ainda são da velha guarda, os que não são Bozó.

No mais, colhendo a repercussão do evento. Nos países da América Latina o sucesso foi total. Bacana demais – e eu quero é muito mais. Como em Olinda, eu acho é pouco!

Semana que vem vou para o México e estou empolgada. Rever amigos e conhecer o escritório. Muita coisa bacana para fazer.

E no certo ou errado, vão algumas notinhas: cachecol com sandália-verão é a nova moda nos arredores do Brooklin. E bermuda com bota. Poucas serão escolhidas pelo site Sartorialist. Poucas serão.

E vamos indo porque tenho que trabalhar…