A união dos polvos

doctor-octopusMomento de burocracia

 

11h20 – Consulado do México

Entrevista para visto marcada pela internet

O táxi para na porta. O segurança (brasileiro) ameaça mandar multar o carro porque é proibido parar no local.

Mesmo sem haver fila, o segurança – num total abuso da falta de autoridade – me faz ficar parada na porta.

Depois de um tempo, outro segurança me bota para dentro.

Um deles me informa que não posso usar celular dentro do Consulado.

Pedem para eu abrir a bolsa. Será que o fofs sabe que uma bolsa-saco não abre? Eu nem me dou ao trabalho. Deixo para ele a bolsa. Ele não mexe e me devolve.

Numa conversa rápida com o rapaz que confere os documentos, ele me conta que a reclamação é geral. Que os caras são trogloditas mesmo. É patada para todo lado.

mexico-visa2Uma hora de espera e duas perguntas depois, visto autorizado.

Na saída, adivinha quem está atendendo o celular dentro do Consulado? O troglodita.

Gente, o cara veste um terno preto num calor de 29 Celsius e começa a tratar a brazucada a patadas.

Isso porque trabalha num consulado xicano que pede visto porque os americanos mandaram.

Que vergonha!

14H30 – Banco Real do Centro Empresarial das Nações Unidas.

Pego minha senha de atendimento e me junto a 4 caras que estavam esperando há 15 minutos pelo atendimento.

Os caras, todos contínuos de grandes empresas não se falam.

Mas eu começo a perguntar: vocês estão esperando desde quando? quem é o primeiro da fila? você vai demorar? veio fazer o quê?

Caramba!

Todos eles se conhecem, embora nunca tenham se falado. Sabem quem demora mais. Quem só faz saque polpudo. Quem paga muita conta… Quem segura a fila.

E a conversa gera uma revolução. Um deles dá uma prensa num funcionário do banco.

O funcionário dá uma prensa na única caixa – que deve medir 1,40 – e a fila começa a ser atendida.

Pago meu visto. No site, falavam em 300, 400 dólares. Paguei 90 reais.

Às 16h meu passaporte chega. O visto é igual ao dos Estados Unidos. Cópia fiel.

Só que a foto ficou horrível e vale por dez anos.

Tô livre da burocracia mexicana até 2019.

Então fui.

Momento Procon

Carta para o SAC de uma farmácia:

Ontem, depois de passar uma tarde no hospital Sírio Libanês com fortes dores musculares nas costas, ombro e nuca, fui liberada pelo médico e passei na Onofre da Paulista com Bela Cintra por volta de 23h. Fui comprar um medicamento de venda controlada – Ultracet. No meu braço ainda estava a pulseira de identificação do hospital. Nas mãos, radiografias e outras receitas passadas pelo médico do pronto atendimento.
Na receita, que fica retida na farmácia, o médico – com letra característica – colocou a data um tanto quanto mal escrita.
No balcão da Onofre, fui atendida por uma moça de origem asiática. Ela leu a receita, não entendeu o nome do remédio e, enquanto fazia a busca pelo computador, eu lhe informei 4 vezes o nome do remédio. Ela simplesmente me ignorou. E buscava um remédico cuja letra inicial era V.
Como não encontrou, foi falar com a farmacêutica de plantão, que estava a meio metro de distância. A farmacêutica, que também me ignorou solenemente apesar de estar quase na minha frente, mandou a moça me avisar que não venderia o remédico porque a data na receita estava rasurada.
Saí da Onofre, fui na concorrente, me atenderam com gentileza e em cinco minutos levei o remédio.
A data não estava rasurada, estava mal escrita – mas, na Onofre da Paulista, educação e expediente não existem. Qualquer pessoa de bom senso teria me dado uma resposta com educação e diretamente. Ou teria ligado para o médico no hospital, afinal, uma pessoa com a pulseira do hospital, com radiografias na mão, andando com dificuldade poderia, por um acaso, estar realmente necessitando de uma medicação. E, no mínimo, de um atendimento gentil.

Há anos, sou cliente da Onofre. Compro medicamentos, cosméticos, produtos de higiene todos os meses pela internet. E vocês podem confirmar isso consultando meu cadastro.

Considerem que FUI cliente da Onofre.

Nunca mais compro nem cotonete de vocês.
E farei uma propaganda ótima com amigos, conhecidos, pela internet contando o que aconteceu.
Passar bem.

O ovo da páscoa!

Tiriritutiririri – tiriritutiritu!!!

Tenho a mais plena certeza.
A maldição do ovo da Páscoa se abateu sobre minha Pessoa Humana.
Quando, no ano passado, eu vi o RH comprando ovo de Páscoa para distribuir para os funcionários da minha antiga empresa de (des)orientação JUDAICA ORTODOXA e não fiz nada a não ser soltar risos maliciosos, uma maldição se abateu sobre mim.
A mão não secou.
A bunda (ainda) não caiu.
Mas Moisés, do alto da magnífica cobertura-laje de seu edifício com amplos apartamentos com terraço-gourmet sem sala, quarto de casal com mesa de ping-pong, espaço criança sem babá, piscina com arraias e tubarões, gato de eletricidade e sem internet. Lá do alto ele viu.

A pessoa insana do RH que comprou o ovo de Páscoa com o dinheiro do judeu foi direto para o inferno.
Ganhou 10 horas de aula no Instituto de Cabala da Madonna + 48 horas de aula de ginástica non-stop com Carlos Leon.

E eu, que vi tudo, ganhei o ovo, comi e me lambuzei… Fui escolhida.
Goi desgraçada!

Por isso, hoje recebi a notícia: vou mudar de lugar de novo.
E assim será a maldição: até o fim do ano vou ter levado minhas tralhas para todas as 600 mesas da empresa.
Até desistir de tudo e comprar pipoca Yoki – porque é kasher.

Sobre o vídeo da Piauí, devo dizer.
AMO MUITO TUDO ISSO.
A revista é meia-boca.
Mas essa propaganda é tudo.
Os meus preferidos são o Pinguim John-John e o Pingui dorminhoco no Congresso.
A musiquinha é um hit.
Quando a situação aperta no trabalho, ouço umas vinte vezes.
E penso na Torá.

Quer saber como Madonna mantém a forma?

Deu no Daily Mail.

article-0-03f6ebe3000005dc-59_468x302

É só ficar de olho no que ela come.
Nesse jantar para o estilista Valentino, vejam o prato (?) da moça…
Uma taçona de vinho resolve o problema.
article-1162526-03d52307000005dc-698_306x709 E outra ex-de Jesus Luz, o toyboy da Madonna, botou a boca no trombone da imprensa.
Disse que Madonna é ridícula por estar com o garoto.
Falou que o modelo nem ouvia as músicas dela e que Madonna podia ser mãe do Jesus (!).
Para terminar, ficou preocupada com o ex porque, segundo ela, Jesus se joga nas relações e Madonna só está com ele para aparecer.
Isso é piada pronta!

risos

Passarado

Começaram as demissões por aqui.
Sinceramente, a economia de país de terceiro mundo é PHODA.
Os gringos fazem as dívidas e as sucursais que estão dando lucro, as Latinas, têm que pagar a conta.
E a conta está sendo paga com pessoas.
Na boa, eu quero um ônibus espacial para Marte.
Porque a Terra está en llamas

Pamela Anderson X Tina Fey

pinups_toons

Parabéns!

Você foi indicada no concurso “Mulheres mais admiradas do Terra”, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, data comemorada em 8/03.

Elizabeth Stamatina Fey é o nome de Tina Fey. Tina tem uma cicatriz no rosto, é engraçadinha e fera como roteirista. Faz 39 anos em 2009. Tem uma filha de 4 anos.
Pamela Denise Anderson já passou dos 40, tem peitões turbinados, lábio gigante e adora ficar pelada. Não tem o menor pudor de vender o corpo para a TV, o cinema, a playboy, ou para um apostador de Las Vegas que esteja gentilmente pagando as dívidas da loura.
Na briga da feinha, porem inteligente, ou da louraça belzebu, com quem vc fica?

Só digo uma coisa: ser mulher é bem mais complicado que ser homem.
Vc nunca leria um post: Costinha X Brad Pitt…

E só para não deixar passar em branco, a frase do dia: Aborto é mais grave que estupro.
O arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, tentou se explicar sobre ter excomungado a mãe e a equipe médica envolvida no procedimento de aborto da menina de 9 anos que foi violentada pelo padrasto.
“A igreja é o único lugar onde alguém fala comigo e não tenho de responder.” (Charles de Gaulle)

Signo

Sabe aquelas músicas que vêm e vão na sua cabeça?

Foto: Patrícia Santos - UOL
Foto: Patrícia Santos - UOL

Mas não é uma musiquinha bacana, não…
É daquelas bregas até ninguém mais aguentar…

Fagner, a praga!!!

Quem dera ser um peixe
Para em teu límpido
Aquário mergulhar
Fazer borbulhas de amor
Prá te encantar

Contabilidade, boas idéias e aquela vontade de fugir

rosafeliz

Cena 1 – Academia – 7h

Eu chego animada. Eu sempre chego animada para malhar.
Um pouco cedo para a aula de abdominais de 7h30.
Vou para a esteira, para dar uma aquecida de dez minutos.
Na minha frente, uma poderosa, de bermudinha e top, morenaça, correndo.
Eu, like always, de malha ok, e um coque bagunçado para não ficar de cabelo molhado de suor.
Ligo a TV da esteira e vejo a Mariana no BDBR.
No reflexo do espelho, a poderosa da academia.
Eu penso: parece uma ex-colega da escola.
Olho de novo.
Não pode ser. A ex-colega já teve dois filhos, casou com um cara mais novo, mora também em SP.
Olho mais uma vez.
É ela mesmo.
Dois filhos, um corpaço, correndo a 10km/h.
Oooops.
Tá na hora da minha aula.
Eu fui corcunda caminhando para meus abdominais.
Com os seis kg que ganhei de outubro para cá, não ia ser hoje que ia falar com a ex-colega.
Só no ano que vem. E se tudo der certo.

CENA 2 – Escritório – 10h

Ainda não estou inscrita no SAP da empresa.
Nos últimos meses fiz quatro viagens: Peru, Argentina, Porto Alegre, Chile. Fora alguns almoços e gastos extras com eventos e promoções da empresa.
Recebo um e-mail do financeiro.
Não tenho como fazer a prestação de contas das minhas viagens e muito menos receber reembolsos.
Só quando meu número de SAP for liberado.
Ou se eu fizer em nome de outrem. É sério. Se alguém prestar contas por mim.
Contei até mil. Respirei fundo.
Ca-la-ro que ninguém vai me pagar com juros o dinheiro que gastei em nome da empresa.
Ca-la-ro que vou ver esse dinheiro no dia de São Judas, aquele das causas impossíveis.

Cena 3 – Concessionária – 11h30

Tive uma reunião rápida perto do trabalho e aproveitei para deixar meu carro na revisão de 18 meses.
Eu havia marcado horário.
Óbvio que não encontraram meu nome.
O carro ficou lá.
Se tudo der certo, amanhã de noite, na hora do meu rodízio, o carro vai ser liberado.

Cena 4 – Escritório – 12h29

Blogando no trabalho.
Esse é pelos juros do que me devem.
Contei até cinco.
Meu dia feliz começa agora.

Blog no ar

Agora sim, é para valer! Blog novo no ar.
Para mim, 2009 começa…
Não deixem de ver o foto-post com Alice e sua vida de cão…
Ai que inveja.
Eu queria ser meu cachorro.
Comida maravilhosa 3 vezes por dia.
Passeios, duas vezes – pelo menos.
Banho – uma vez por semana. French dog.
No mais, mais um dia no escritório.
Com a cabeça voando, voando…
E o post tem que ser rápido.