Sans Souci

Photo 230

Sexta-feira é um dia que nasce mostrando a que veio. Tudo é sempre corrido, tudo é para acabar logo ou começar de uma vez.
Esperando o horário do rodízio, reunião em espanhol direto do salão de beleza.
As lulus me olhando com cara de nojo e eu gastando meu espanhol no blackberry.
Descabelada!

Almoço? Melhor assim, porque café da manhã não rolou.
Agora de tarde, duas reuniões.
Logo mais outra.

Tudo tão corrido e a gente sempre pedindo um tempo. Aos 45 do segundo tempo.
Eu gosto de correr: de manhã no parque ou na academia, no meu carro, no trabalho.
Eu acho o blackberry ótimo: resolve as coisas, acelera. Imagina chegar no trabalho e descobrir 100 emails – que era o que acontecia quando eu chegava de madrugada para fechar o jornal da manhã… Resolve, acelera.
E eu gosto de prato bem limpo.
Quando como, não deixo comida no prato. Quando tenho problema, falo. E isso machuca. Nem todo mundo gosta de ouvir problemas. Mas pagar analista para tirar os sapos entalados é muito mais caro.
Eu gosto de ter 34 e pensar nos 40.
Eu não gosto de poder. Engraçado. Até os 20 e poucos eu achei que era esse o objetivo. Me ensinaram errado.
Não é. E eu fiquei aliviada por não querer.
Nem o dinheiro.
Mas que ele é bom, é.
Resolve muita coisa. Mas não precisa de muuuuito.

Quero uma cama quentinha, quero manicure toda sexta, quero conta paga no fim do mês, quero bichos alimentados. Quero um corpicho que entre nas roupas. Quero muito. Talvez pouco.

Mas correndo desse jeito, não dá tempo de pensar. Então não é só quero, mas “preciso”.
Preciso aprender a apertar o pause.

Mas, como sempre, não sei onde coloquei o controle…

2 respostas para “Sans Souci”

  1. Lembrei de você, xará! 

    VIVER DESPENTEADA

    Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie,
    por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade…
    O mundo é louco, definitivamente louco…
    O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro.
    O sol que ilumina o teu rosto enruga.
    E o que é realmente bom dessa vida, despenteia…
    – Fazer amor, despenteia.
    – Rir às gargalhadas, despenteia.
    – Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
    – Tirar a roupa, despenteia.
    – Beijar a pessoa amada, despenteia.
    – Brincar, despenteia.
    – Cantar até ficar sem ar, despenteia.
    – Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível…

    Então, como sempre, cada vez que nos vejamos
    eu vou estar com o cabelo bagunçado…
    mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.

    É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir

    Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável,
    toda arrumada por dentro e por fora,
    O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença:
    Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça,
    coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique seria…

    e talvez deveria seguir as instruções, mas
    quando vão me dar a ordem de ser feliz?
    Por acaso não se dão conta que para ficar bonita
    eu tenho que me sentir bonita…
    A pessoa mais bonita que posso ser!

    O único que realmente importa é que ao me olhar no espelho,
    veja a mulher que devo ser.
    Por isso, minha recomendação a todas as mulheres:

    Entregue-se, Coma coisas gostosas, Beije, Abrace,
    dance, apaixone-se, relaxe, Viaje, pule,
    durma tarde, acorde cedo, Corra,
    Voe, Cante, arrume-se para ficar linda, arrume-se para ficar confortável,
    Admire a paisagem, aproveite,

    e acima de tudo, deixa a vida te despentear!!!

    O pior que pode passar é que, rindo frente ao espelho, você precise se pentear de novo…

  2. to indo agora pro espelho “me ver” despenteada…
    pq viver assim a gente já vive mesmo…
    mas vc e sua xará nos fazem pensar na
    “beleza” do desalinho…
    e to contigo: eu náo quero Poder nem Razáo…
    quero é ser Feliz.
    Flores!
    Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *